Turismo sexual infantil é tema de encontro entre Marisa Lobo e Roberto de Lucena

Roberto de Lucena e a psicóloga Marisa Lobo

Roberto de Lucena e a psicóloga Marisa Lobo

Por Guiame

O turismo sexual infantil é uma realidade camuflada em diversos pontos turísticos do País, mas em São Paulo passará a ser confrontada. O secretário de Turismo do Estado de São Paulo Roberto de Lucena recebeu Marisa Lobo, psicóloga e ativista pró-família em seu gabinete na tarde desta terça-feira (9/06), para discutir o assunto e traçar ações de prevenção e combate.
“O turismo de São Paulo é um ambiente absolutamente positivo, é o turismo da família. É por isso, pensando em manter e conservar esse ambiente, que nós fazemos uma campanha de prevenção, para que aquilo que vemos de ameaças às crianças e adolescentes em várias partes do Brasil e do mundo sejam impedidas de se desenvolver em São Paulo”, disse Roberto de Lucena em entrevista exclusiva ao Guiame.No encontro, foi levantada a necessidade de iniciar uma campanha continuada para resgatar crianças e adolescentes da exploração sexual de maneira efetiva, envolvendo diversas frentes governamentais e sociais. “Vamos chamar a academia e outros atores da sociedade, juntamente com a Secretaria de Segurança Pública, Secretaria de Educação, Secretaria de Cultura, Secretaria de Direitos Humanos, Ministério da Justiça e outros órgãos do Estado e da União”, complementou Lucena.

Além de ações educacionais, estratégias de marketing para divulgação e conscientização da população também foram colocadas em pauta com grande contribuição de Marisa Lobo, que já atuou expressivamente em projetos sociais de combate às drogas e prostituição no interior do Estado.

“A Marisa Lobo é uma referência, uma profissional muito competente. É uma pessoa que elegeu, como missão de vida, exatamente cuidar de pessoas. Ela se sintoniza perfeitamente com a preocupação que nós temos de, enquanto Secretaria de Turismo do Estado, preservarmos as nossas crianças e adolescentes”, celebrou Lucena sobre a parceria.

O projeto de combate ao turismo sexual infantil está em desenvolvimento, e será posto em prática na gestão de Lucena. “Certamente nós temos uma boa lição de casa para fazer. São Paulo não está de portas abertas para o turismo sexual infantil”, reiterou o secretário.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações