Taquígrafos recebem homenagem em Sessão Solene na Câmara

Roberto de Lucena foi um dos autores do requerimento da solenidade

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) foi um dos parlamentares que solicitou a realização de uma Sessão Solene em homenagem ao Dia do Taquígrafo, tradicionalmente comemorado no dia 3 de maio.

Em seu pronunciamento durante a homenagem, realizada no dia 11 de maio, Roberto de Lucena disse que a Taquigrafia ajuda a resgatar os debates e constitui um arquivo importantíssimo que resgata a memória da História do Brasil, além de contribuir efetivamente para a construção e o resgate da própria memória da Justiça brasileira.

O parlamentar ainda destacou que a Taquigrafia tem aperfeiçoado suas ferramentas de trabalho ao compasso da tecnologia, tanto no que diz respeito à captura da palavra quanto à divulgação dos pronunciamentos: “Hoje estão sendo testadas no Departamento de Taquigrafia da Câmara modernas tecnologias de captura da palavra, como um novo software de voz e aplicativos para tablets que transformam a voz em texto, poupando o taquígrafo da digitação e evitando alguns problemas de saúde inerentes à profissão”.

De acordo com Roberto de Lucena, apesar do avanço tecnológico que auxilia o profissional, o taquígrafo exerce a função de testemunha da fala do orador e deve traduzir essa oralidade em escrita, com fidelidade e autenticidade: “Portanto, a tarefa mais relevante do taquígrafo começa depois da captura e da transcrição da palavra. Com o produto do seu trabalho, a Câmara dos Deputados divulga quase que instantaneamente os discursos proferidos em seu âmbito e também perpetua, deixa para a posteridade um rico legado relacionado à política praticada no País em cada época da História”.

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações