Roberto de Lucena parabeniza a Polícia Militar pelos seus 182 anos

unnamed

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Polícia Militar do Estado de São Paulo completa 182 anos de fundação neste 15 de dezembro. Na ocasião, a associação PMs de Cristo de São Paulo fará um culto de ação de graças pela data, que também marcará o encerramento da campanha “Ore Pela Sua Polícia”.

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) enalteceu a importância da instituição para a manutenção da ordem e da lei, pressuposto básico para o funcionamento do Estado Democrático de Direito. Ele também parabenizou a iniciativa dos PMs de Cristo, que fizeram 52 dias de jejum e oração a favor da PM. Eles se reunirão para finalizar a campanha e celebrar o aniversário da polícia às 18h30, na Igreja Batista dos Povos (Av. Águia de Haia, 476, Artur Alvim).

“A corporação da Polícia Militar é de extrema relevância para nossa sociedade. São homens e mulheres abnegados que, diariamente, arriscam suas vidas para proteger nossas famílias e garantir a preservação da ordem pública. Quero externar a todos os policiais militares de São Paulo os sinceros agradecimentos pela nobre missão desempenhada”, afirmou o deputado, que é autor de projetos voltados aos militares (leia mais abaixo).

De acordo com os dados da Polícia Militar, em 2013 foram registradas pela corporação 280 mil ações de resgate, 4 milhões de atendimentos sociais, 20 milhões de intervenções e mais de 50 milhões de ligações telefônicas atendidas pela Central de Emergência.

“Nesse cenário também é crescente a relevância de uma associação como a dos PMs de Cristo, que prestam auxílio emocional e espiritual a todos os bravos policiais que se colocam à disposição da sociedade, com enormes demandas. Sem dúvidas, a entidade tem um papel ímpar nos bastidores, cuidando de quem nos protege”, completou Roberto de Lucena.

Propostas voltadas aos policiais

O deputado Roberto de Lucena é autor de propostas direcionadas aos policiais militares, como a Proposta de Emenda à Constituição 179/12 que permite a acumulação de cargo de policial federal ou estadual com a de cargo público de professor ou de cargo público privativo de profissionais de saúde. O objetivo é garantir o aumento da renda mensal dos policiais, além de permitir que o policial atue no magistério, abrindo possibilidades de maior integração dos alunos com a atividade de segurança e, por fim, promover a aproximação do policial com a comunidade.

Há também o PLC 1453/11, que concede bolsa de ensino integral do PROUNI aos filhos de policiais federais ou estaduais que morreram em serviço. O objetivo é que eles sejam selecionados automaticamente sem precisar passar pelas demais etapas do PROUNI, desde que estejam devidamente inscritos no programa.

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações