Deputado espera que julgamento do Mensalão fortaleça a democracia

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) subiu à tribuna da Câmara, nesta quinta-feira (02/08), para expressar sua esperança do desfecho do Mensalão, que segundo ele é uma das maiores crises políticas da história brasileira.

O Mensalão produziu um inquérito de 77 volumes e de mais 13 mil páginas, com cerca de 600 testemunhas. Este será um dos julgamentos mais longos da história o Supremo Tribunal Federal, que analisará o caso de 38 réus acusados de corrupção, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, peculato e formação de quadrilha.  Segundo Roberto de Lucena, mais do que o julgamento dos réus, esse é o julgamento da política brasileira. “E não se trata de um julgamento político, mas do julgamento da política. O que está no banco dos réus não são apenas indivíduos, mas – a partir desse caso – a maneira presumidamente equivocada de se construir processos políticos neste País”, afirmou.

O deputado alertou que o Brasil, a República e a democracia não suportam mais, em nenhum sentido, a continuidade do ciclo do mal onde “vale tudo” e “de tudo” para se conquistar ou se manter um projeto de poder. “Não é possível que não tenhamos tirado uma lição desses acontecimentos. E aqui manifesto a minha confiança na autonomia, na independência e na competência do Judiciário brasileiro. As instituições sérias deste País não devem se curvar a qualquer poder ou agente político comprometido com a corrupção”, conclamou.

Roberto de Lucena disse ainda que a mobilização da sociedade em torno daquilo que é ético, seja de forma crítica em relação ao que ocorre no poder político, na esfera pública, na área privada, no dia a dia de cada um de nós, impõe a diminuição da corrupção. “Sem falso moralismo – até porque tenho muita dificuldade em alinhar-me com o tom daqueles que se propõem a ser os paladinos da ética e da moralidade – não podemos afiançar um modelo de fazer política que se alimenta da corrupção. Não podemos dar espaço para a apropriação privada daquilo que é público”, comentou.

O deputado finalizou seu discurso mostrando esperança no resultado do julgamento. “Espero que o desfecho desse episódio culmine com o fortalecimento da democracia do Estado e suas instituições, da sociedade e de suas representações. Que o Brasil seja passado a limpo; que cada cidadão desse país se orgulhe de ser brasileiro, e que a justiça seja feita”, concluiu Roberto de Lucena.

 

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações