Roberto de Lucena em reunião do Plano de Combate à miséria do Governo Federal

 

Roberto de Lucena em reunião do Plano de Combate à miséria do Governo Federal


Previsto para ser lançado em junho, o Plano “Brasil sem Miséria” do Governo Federal está sendo apresentado às lideranças sociais de todo país durante esta semana, pelos ministros da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho e Tereza Campello, do Desenvolvimento Social e de Combate à Fome.


As igrejas cristãs do Brasil tradicionalmente atuam como uma grande e invisível rede social no combate à fome, à pobreza, ao analfabetismo e demais mazelas da sociedade, prestando um grande serviço na reestruturação da família brasileira. Roberto de Lucena representava na ocasião duas grandes forças na luta pelo social; a Bancada Evangélica na Câmara dos Deputados e a igreja O Brasil para Cristo, ministério atuante com diversas frentes sociais, como casas de recuperação de drogados, creches e outras iniciativas neste sentido. “A solidariedade faz parte do caráter do cristão e toda fé sem obras é morta, como nos ensina a palavra de Deus”, enfatizou o parlamentar.


Presentes à mesa também estavam Paulo Maldos, secretário nacional de Articulação Social da Secretaria-Geral e Ana Fonseca, secretária extraordinária para Superação da Pobreza do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.


O plano será lançado pela presidenta Dilma Rousseff e tem o objetivo de erradicar a pobreza extrema que ainda atinge 16,2 milhões de brasileiros. Gilberto Carvalho destacou a importância de ouvir as organizações religiosas que têm em comum “a busca de uma sociedade fraterna, sem injustiças”. Tereza Campello detalhou o Brasil sem Miséria, explicando que a meta é “chegar a 2014 com elevação de renda e melhoria das condições de vida dos 16,2 milhões de pessoas que ainda permanecem na extrema pobreza, apesar dos avanços dos últimos anos”. A ministra citou a busca ativa como uma ação estratégica do plano: “Vamos fazer um chamamento àqueles que não são atendidos pelos serviços públicos”, disse.


O bispo Demetrio Valentini, presidente da Cáritas Nacional, elogiou a decisão da presidenta em enfrentar o desafio de acabar com a miséria no Brasil. Ele garantiu que o chamado será ouvido por todos os religiosos.

Participaram do encontro de hoje representantes da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB); Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC); Igreja Metodista; Convenção Batista Nacional; Congregação Israelita Paulista; Confederação Israelita Brasileira; Federação Israelita de São Paulo; Ministério Madureira; Igreja Evangélica Assembleia de Deus Pernambuco; Bancada Evangélica; Federação Nacional de Ação Social e Política Cristã (FENASP) e Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil e Exterior (OMEBE).

Roberto de Lucena em reunião com lideranças evangélicas no Palácio do Planalto

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações