Roberto de Lucena diz que o Brasil deve uma reaparação ao seus negros e ao Continente Africano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O deputado Roberto de Lucena falou na Câmara dos deputados sobre o Dia da Consciência Negra, comemorado em  20 de novembro, numa referência  ao dia que foi morto Zumbi dos Palmares, um símbolo da luta e da resistência dos negros.

De acordo com o deputado, os negros tiveram e têm uma importância inegável na construção do Brasil e das riquezas deste País e, por muito tempo, ficaram à margem da sociedade que ajudaram a construir.

“ O Brasil deve uma reparação aos seus negros, e uma reparação ao Continente Africano. Mais do que pedir perdão, e devemos um pedido de perdão nacional, a reparação consiste em consolidar políticas públicas eficazes que nivelem as desigualdades e ofereçam aos nossos irmãos negros e descendentes de negros a oportunidade de, em igualdade de condições, conquistarem cada vez mais a ascensão social que merecem, desejam e buscam — além de olharmos com justiça e grandeza para o continente de onde vieram”, afirmou o parlamentar.

Roberto de Lucena disse também que, os negros que se destacaram na política, na cultura, na arte, nos esportes em suas atividades profissionais e em outras áreas, tiveram, normalmente, que empreender esforço muito maior do que aquele necessário e que se exigiu dos brancos. O parlamentar lembrou que, mesmo com todos os avanços, com todas as conquista, ainda percebe-se  um sutil preconceito, uma camuflada discriminação que precisa ser vencida.

“ Caráter, bondade, integridade, honestidade não estão relacionados à cor da pele, e são esses os valores que devem contar, que devem ser honrados, reconhecidos, admirados e exaltados por todos nós, enquanto sociedade”, disse.

Roberto de Lucena homenageou o dia da Consciência Negra, através da Deputada Federal Janete Pietá e do Ministro do Supremo Tribunal Federal,  Joaquim Barbosa.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações