“Combate à violência contra a mulher deve ser realizado todo dia”

Deputado federal homenageou as mulheres e disse que a Câmara tem um papel importante na aprovação de legislação específica

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) disse, nesta sexta-feira (25), no plenário da Câmara, que o combate à violência contra a mulher deve ser contínuo e não apenas no Dia Internacional dedicado ao tema.

Para o vice-líder do Partido Verde, a violência contra a mulher é um atentado à vida, é uma vergonha humana. “Ainda temos muito a avançar no combate a violência contra a mulher, mas os debates na sociedade sobre o assunto e a aprovação, nesta Casa de Leis, de uma legislação moderna prevendo punições já permitem que mudanças surjam”, disse.

O deputado aproveitou para fazer uma homenagem a mulheres que se destacam em sua atuação. Lembrou primeiro a Missionária Ruth de Mello, fundadora da Igreja “O Brasil para Cristo”. “Essa mulher extraordinária tornou-se, de certa forma, a mãe de milhões de pessoas em todo o Brasil. Hoje sua saúde está fragilizada, mas o seu exemplo segue forte, contundente, vigoroso” – disse.

Roberto de Lucena também cumprimentou a vereadora Leonice da Paz (PDT-SP) por sua luta pela instalação de mais delegacias da mulher em Campinas e Região. “Reconheço o Governo do Estado de São Paulo, na pessoa do Governador Geraldo Alckmin, pelo seu esforço para ampliação da rede de proteção à mulher e no fomento de políticas públicas estaduais de enfrentamento a este tipo de violência”, afirmou.

O parlamentar disse ainda que o país vive um momento especial por ser governado por uma mulher. “Que o Brasil, da Presidenta Dilma Roussef, que, aliás, ontem foi tão injustamente agredida nesta Tribuna,  continue a enfrentar com lucidez  e responsabilidade toda forma de violência contra a mulher”, concluiu.

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações