Roberto de Lucena declara apoio à aprovação pela Câmara da proposta que acaba com o voto secreto e defende a revisão pela Casa da decisão contrária à perda de mandato parlamentar do deputado Natan Donadon

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, a fatídica decisão da última semana de não cassar o mandato do Deputado Natan Donadon, na verdade, não trouxe para esta Casa a competência de ser Casa revisora. O que estava aqui em questão não era a culpa ou não do Deputado; mas definir se um Parlamentar condenado pelo STF, tendo os seus direitos políticos suspensos, poderia continuar tendo ou não mandato. Infelizmente, esta Casa mandou para o País uma mensagem que constrangeu a sociedade brasileira. Mas a maioria dos membros desta Casa também ficou constrangida.
Sr. Presidente, no lastro desse acontecimento, hoje, daqui a alguns minutos, nós discutiremos e votaremos aqui a PEC do Voto Aberto.
Eu quero, Sr. Presidente, manifestar aqui o nosso apoio à PEC do Voto Aberto porque ou o Congresso acaba com o voto fechado ou o voto fechado acaba com o Congresso.
Esta noite teremos a oportunidade, portanto, de nos sintonizar com os anseios da sociedade e do povo brasileiro, que deseja ver transparência nos atos desta Casa e dos seus representantes.
O SR. PRESIDENTE (Simão Sessim) – Peço a V.Exa. que conclua, Deputado.
O SR. ROBERTO DE LUCENA – Sr. Presidente, nós temos aí também a possibilidade que nos deu o Ministro Barroso, do STF, de fazer a nossa revisão, a revisão dos atos desta Casa ocorridos na última sessão.
E eu comemoro esse fato.
Muito obrigado, Sr. Presidente.
Era o que eu tinha a dizer.
O SR. PRESIDENTE (Simão Sessim) – Muito obrigado, Deputado.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações