Roberto de Lucena comenta ações do Governo Federal na Amazônia

Presidente do Podemos Verde, deputado ressaltou necessidade de industrialização sustentável e fortalecimento da Zona Franca de Manaus

Em discurso na tribuna da Câmara nesta terça-feira, 27/8, o deputado federal Roberto de Lucena falou sobre a ação do Governo Federal para combater a crise causada pela onda de incêndios na Amazônia. “A pronta intervenção do governo brasileiro, com a Operação Verde Brasil, capitaneada pelo Presidente Bolsonaro, soube unir recursos humanos e tecnologia para superar este trágico capítulo da história da Amazônia brasileira, antes que se tornasse irreversível”, avaliou o parlamentar, ao comentar o envio, à Amazônia, de tropas e equipamentos da Força Nacional, das Forças Armadas e dos órgãos de defesa ambiental do Governo.

Três mil militares estão prontos para combater incêndios e crimes ambientais na região.  Além disso, de acordo com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, as Forças Armadas contam com cerca de 40 mil pessoas atuando na região amazônica.

Lucena, que é presidente do movimento Podemos Verde, afirmou que o Brasil e o mundo dependem da Amazônia como fator de equilíbrio ambiental planetário. Ele lembrou a crise hídrica que ocorreu em São Paulo no ano de 2014, que tem conexão direta, cientificamente comprovada, com o desmatamento na Amazônia. “De que adianta São Paulo ser o Estado mais industrializado do Brasil, ter uma poderosa indústria e um pujante agronegócio se não tem água? Sem água, a fábrica fecha, não tem colheita, o gado não engorda, os empregos desaparecem e os preços sobem”, ponderou o parlamentar.

Recursos internacionais

A respeito de recursos internacionais para o Fundo da Amazônia, Lucena afirmou que a floresta não é um castigo para o Brasil, mas sim um privilégio. “Se todos nós dependemos da biodiversidade da Amazônia, é justo que o Brasil inteiro e o resto do mundo paguem pelos serviços ambientais prestados pela floresta. É justo que o mundo ponha a mão no bolso e financie o, mas também é fundamental que haja total transparência no uso destes recursos, e desde que haja transferência de conhecimentos e de tecnologia”, ponderou o parlamentar.

Desenvolvimento econômico da região

Roberto de Lucena falou, ainda, sobre a necessidade de políticas que garantam melhorias para a população da Amazônia, que, de acordo com ele, precisa de trabalho, renda, saneamento, escola, segurança e educação de qualidade. “Precisamos dotar a Amazônia de produção industrial limpa e sustentável, industrializando frutos e pescados, fortalecendo a Zona Franca de Manaus, produzindo fármacos e cosméticos, só para falar de alguns dos importantes recursos da Região”, disse.

O deputado sugeriu ao Ministério do Meio Ambiente que estabeleça políticas claras de proteção ambiental que evitem novos episódios como os recentes, garantindo que não haja incentivos ao desmatamento e aos crimes ambientais. “Não podemos passar a ideia de que o crime ambiental compensa, porque depois não adianta chorar o leite derramado”, disse.

Por: Assessoria de Comunicação

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Receba nossas Informações