Deputado busca apoio do Estado e da União para resolver a crise no abastecimento de água em Santa Isabel

deputado e prefeito

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) se reuniu com o secretário da Casa Civil de São Paulo, Édson Aparecido, e com o secretário estadual de Recursos Hídricos, Édson Giriboni, em busca de apoio para resolver a crise no abastecimento de água em Santa Isabel. O encontro ocorreu nessa segunda-feira (09/02) na capital paulista, e, ainda nesta semana, Roberto de Lucena estará com a equipe do Ministério da Integração Nacional para pleitear recursos federais que auxiliem o município.

“Estou atuando junto ao Governo de São Paulo para que, dentro daquilo que lhe compete, possa a Sabesp assumir o contrato de administração da água da cidade o mais breve possível. A questão mais grave no município, no momento, é o abastecimento. Mas não é apenas esta questão que precisa ser dirimida. O município não tinha sequer um metro de rede de esgoto tratado, sendo o mesmo lançado na represa”, destaca o deputado, que esteve com o prefeito de Santa Isabel, Gabriel Gonzaga Bina (PV), o Padre Gabriel, na tarde de domingo (09/02), para estabelecer uma pauta de trabalho.

O fornecimento de água em Santa Isabel é municipal, operado pelo Departamento de Água e Esgoto (DAE). A expectativa do município é firmar um contrato com a Sabesp e receber R$ 97 milhões em investimentos até 2040, uma conquista da administração municipal, da Câmara Municipal e dos deputados federais e estaduais da região.

 

Crise no abastecimento

A exemplo dos reservatórios de boa parte do País, o nível do Ribeirão Araraquara, responsável por 70% do abastecimento da cidade, e da Represa Jaguari, que também abastece o município, está cerca de 12 metros abaixo do normal.

Roberto de Lucena destacou que medidas emergenciais estão sendo tratadas, como a possibilidade de apoio com mais caminhões pipas e a outorga do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) para a nova fonte de captação de água em Santa Isabel.

Na semana passada, foram destinados, por intervenção junto à Secretaria de Recursos Hídricos e a Sabesp, dois caminhões pipas para a cidade. “A administração tem se desdobrado para, com as ferramentas limitadas, poder assistir à população. Nesse caso específico de Santa Isabel, a própria geografia da cidade é um componente complicador”, observa o deputado.

O prefeito Padre Gabriel ainda ressaltou que a rede de água é antiga e há muitos tempo não recebia manutenção. Os reflexos dos anos de abandono e descuido da rede de abastecimento de água foram sentidos já no ano passado, quando em diversas regiões da cidade a água chegava às torneiras com problemas.

“Esse tem sido o primeiro grande desafio que a atual administração teve de enfrentar e que será uma etapa vencida em breve”, conclui Roberto de Lucena.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações