Regulamentação da profissão de comerciário é comemorada pelo deputado

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, venho a esta tribuna hoje para celebrar o primeiro passo dado para a regulamentação da profissão de comerciário no Brasil, após a Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal ter aprovado ontem, 14 de dezembro, por unanimidade, o parecer do Relator, o ilustre Senador Ricardo Ferraço, do PMDB do Espírito Santo, ao PL nº 115/07.
Em nome da União Geral dos Trabalhadores – UGT, da qual com muita honra e orgulho sou vice-presidente nacional, recebo essa notícia com muita alegria, porque ela representa o anseio da mais antiga categoria organizada do País, que no entanto ainda não é reconhecida como deve ser, e que aproveito para cumprimentar, na pessoa do Presidente do seu sindicato, o Sindicato dos Comerciários, e também Presidente da UGT, o companheiro Ricardo Patah.
A regulamentação fortalece os trabalhadores e suas representações sindicais, garante direitos e harmoniza a relação entre patrões e empregados. A partir de agora será possível classificar na carteira de trabalho as funções exercidas pelo profissional. Férias e horas extras também vão ser observadas. É de fato, Deputado Amauri Teixeira, Deputado Ademir Camilo, uma conquista histórica.
Diante disso, Sras. e Srs. Deputados, eu uno-me nesta homenagem/comemoração ao Deputado Ademir Camilo, também um dos Vice-Presidentes da UGT e Presidente da UGT mineira. E espero que esta Casa confirme essa importante decisão do Senado, beneficiando 12 milhões de trabalhadores brasileiros.
A aprovação do projeto no Senado resgata uma dívida histórica com os trabalhadores do comércio e abre as portas para a regulamentação de outras profissões que também merecem o nosso respeito e a garantia de todos os direitos.
Era o que eu tinha a dizer. Muito obrigado. Que Deus abençoe os comerciários e o Brasil.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações