“Quem planeja tem futuro, quem não planeja tem destino”, afirma Lucena

editadaIMG3847_escolhida“Quem planeja tem futuro, quem não planeja tem destino”, afirmou o deputado federal Roberto de Lucena (PV/SP) sobre a Reforma Previdenciária, durante o Programa Diário Brasil da TV Gênesis, nesta quinta-feira (16). Entrevistado pelo jornalista Celso de Marco, o parlamentar tratou da crise de representatividade que se encontra o país e da importância de uma reforma política robusta a fim de atacar a corrupção nas ações e políticas públicas.

Ao ser questionado por participantes sobre a redução do poder econômico, especialmente dos aposentados, Roberto de Lucena reiterou que os agentes políticos precisam “cortar na própria carne”. Na Câmara Federal, o deputado está colhendo assinaturas para apresentar uma proposta que congela o salário de todos os políticos da nação pelo período de cinco anos.

Diante dos novos casos delatados por Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro investigado na Operação Lava-Jato, Lucena destacou a tramitação do Projeto de Lei de n.º 2489/2011, de sua autoria, que torna crime hediondo a concussão e a corrupção ativa e passiva. O parlamentar também tratou da sua proposta que limita os juros no cartão de crédito em 12% ao ano (Projeto de Lei Complementar de n.º 278/2016), entre outras propostas, e de suas ações em prol do trabalhador e das pessoas idosas. O programa será reprisado amanhã, sexta-feira (17), às 17h.

Texto e foto: Izys Moreira – Assessoria de Imprensa

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações