Marcha da Maconha é proibida em São Paulo

 

Pedido de Lucena impede Marcha da Maconha em São Paulo

Vitória da família brasileira! O Ministério Público de São Paulo acatando ao pedido do deputado Federal Roberto de Lucena, do PV/SP suspendeu a realização da Marcha da Maconha em São Paulo, capital. O evento ocorreria neste sábado, 21, no MASP.

No início do mês de maio, Lucena entrou com o pedido de instauração de investigação para averiguar a apologia ao uso da droga, crime previsto por lei (no artigo 33 parágrafo 2º da Lei 11.343/06, e por ferir também os artigos 287 e 288do Código Penal Brasileiro). Várias denúncias chegaram ao gabinete do parlamentar sobre a divulgação e convites feitos a adolescentes através das redes sociais, indiscriminadamente, massificando o slogan: -“Usuário, saia do armário”, que incita o uso indiscriminado da maconha.

A vitória está sendo comemorada por toda família brasileira que é contrária à liberação do uso da droga, pois sua utilização é degrau para diversos delitos e dependências que maltratam tantos lares em todo o nosso Brasil.

Iniciativas semelhantes a essa foram adotadas nas cidades de Campinas e Jundiaí, cidades do estado de São Paulo que constavam na agenda do evento, bem como em outras regiões do país. Em vários estados a Marcha vem sendo rejeitada pela sociedade e encontra oposição do Legislativo, Judiciário e da sociedade organizada.

Ao tomar conhecimento da liminar concedida, o parlamentar ressaltou “a sensibilidade e a competência do Ministério Público, a quem eu atribuo a vitória que a família brasileira teve em relação aos intentos deste evento terrível”.

 

Confira essas matérias escritas com muita propriedade pelo jornalista da Veja, Reinaldo Azevedo.

Os maconheiros tem de aprender a tragar a democracia – ou vão aprender a respirar o gás lacrimogêneo do Estado de Direito. É simples.

 

“Polícia sem-vergonha/ seu filho também fuma maconha”. Era a turma da marcha. E a borracha cantou no lombo. Por bons motivos, como se lê!

 

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações