Participação popular: Secretaria da Transparência lança projeto “Cidadão que Vê”

Estar próximo dos cidadãos é um desafio constante da Câmara dos Deputados. Para que isso aconteça, é preciso eliminar barreiras e oferecer condições para que a sociedade participe ativamente das ações de monitoramento, fiscalização e avaliação do trabalho que é realizado pelo Poder Legislativo.

Participação popular, cidadania e controle social são os principais pontos do projeto Cidadão que Vê, criado pela Secretaria da Transparência da Câmara dos Deputados, que tem como objetivo fomentar a cultura da transparência, incentivar a formação crítica dos cidadãos, principalmente do público jovem e ampliar o diálogo entre o parlamento e a população. “A ideia é tornar as pessoas mais conscientes do trabalho realizado pelo Legislativo e de todas as ações políticas que incidem diretamente na vida da sociedade”, explica o secretário de Transparência da Casa, deputado federal Roberto de Lucena (PODE/SP).

A primeira etapa do Cidadão que Vê vai acontecer na cidade de Samambaia, no Distrito Federal, nesta quarta-feira, 9/10. As atividades, que incluem oficinas de conhecimento e apresentações artísticas e culturais, serão realizadas no Complexo Cultural da cidade, e contarão com a participação dos estudantes do Centro de Ensino Fundamental 411. A instituição foi vencedora do concurso “Transparência nas escolas é legal”, promovido pelo Ministério Público Federal e Territórios.

Protagonismo e multiplicação de informações

O projeto pretende envolver a comunidade e incentivar os jovens a tornarem-se multiplicadores das informações recebidas, dentro de suas famílias e grupos de convivência, a fim de que a cultura da transparência possa alcançar o maior número de pessoas possível.

De acordo com o secretário Roberto de Lucena, “uma vez que a pessoa compreende os mecanismos de funcionamento da Câmara, conhece a produção legislativa e fica por dentro de como a aplicação dos recursos públicos beneficia a vida dele, fica estabelecida uma relação de proximidade do cidadão com a política, e isso pode estimular uma participação ainda maior, que é o verdadeiro protagonismo”, disse.

A segunda etapa do projeto será realizada na quinta-feira, 10/10, na Câmara dos Deputados. Os alunos farão uma visita à Casa e ao Senado Federal, para conhecer de perto o funcionamento do processo legislativo.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações