Lucena se reúne com Doria e discute ações para Póa, Presidente Venceslau e Mirante do Paranapanema

O deputado Roberto de Lucena (Podemos), representante do Alto Tietê na Câmara Federal, se reuniu na tarde de sexta-feira (23), com o governador de São Paulo, João Doria, para agradecer o apoio e a intermediação do Governo do Estado junto ao Banco Itaú, em Poá (SP). A instituição financeira, que tem sede na cidade do Alto Tietê, irá encerrar as atividades administrativas na região. Lucena também tratou sobre a importância da instalação de um Ambulatório Médico de Especialidades (AME) em de Presidente Venceslau, no Pontal do Paranapanema, e propôs, ainda, melhorias para o arranjo produtivo local da região

“A intermediação do Governador no diálogo entre Poá e o Itaú é imprescindível para evitar que o município entre em colapso, interrompendo serviços públicos essenciais”, destacou Lucena.  “A perda de receita na ordem de 40% com a saída do Itaú da cidade traz um impacto devastador. Poá ganhou um tempo, um fôlego, para encontrar alternativas à perda dessa receita”, disse.

Cerca de 40% do orçamento anual de Poá, o que corresponde a aproximadamente R$ 150 milhões, é proveniente do ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza). E a mudança da sede do Banco para a capital de São Paulo faz com que a cidade perca essa receita, comprometendo a continuidade de serviços públicos essenciais à população.

“Disse também ao Governador Doria que nosso mandato está à disposição para o que precisar”, salientou Roberto de Lucena.

Há alguns meses, o Banco Itaú fechou um acordo com a CPI da Sonegação Tributária, da Câmara de Vereadores de SP, a fim de transferir para a capital paulista os serviços de cartão de crédito e débito, dentre outros, em um prazo de 180 dias. Desde então, vários esforços têm sido feitos para evitar a repentina saída da instituição financeira. A Prefeitura de Poá  também  tem atuado na esfera jurídica e administrativa para tentar reverter a situação.

Ambulatório em Presidente Venceslau

Lucena mostrou ao Governador a importância da instalação de um Ambulatório Médico de Especialidades (AME) na cidade de Presidente Venceslau, no Pontal do Paranapanema. “O ambulatório será de grande relevância para todo o Pontal, ao levar atendimento para os 32 municípios que formam a região. É uma demanda antiga da população por mais saúde”, explicou o deputado. Doria determinou o encaminhamento do assunto ao Secretário de Saúde do estado, José Henrique Germann.

E tratou também de um incremento no arranjo produtivo local, que já tem a construção em andamento de um frigorífico de peixes no município de Mirante do Paranapanema.  Além da construção de tanques escavados que servirão para a criação desses animais nas propriedades dos assentamentos.

O deputado destinou uma emenda (R$ 500 mil) para a construção de 100 tanques escavados, que vão beneficiar a agricultura familiar no Pontal. Já o frigorífico será em breve o maior do Brasil. “Ele trará justiça social e vai gerar emprego e renda para milhares trabalhadores rurais e pescadores”, destacou Lucena.  O Secretário de Desenvolvimento  Regional  Marco Vinholi receberá Lucena para debater a questão.

Por: Assessoria de Comunicação
Rafael Secunho

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Receba nossas Informações