Deputado Lucena quer maiores esclarecimentos sobre erros no material didático do MEC

Amplamente divulgado pela mídia nacional, erros em livros didáticos de responsabilidade do MEC despertaram reações das mais diversas em toda sociedade. Esses livros custaram ao Ministério da Educação R$ 14 milhões durante o processo de produção, impressão e distribuição, e continham erros como “10-7=4”, além de frases incompletas. Uma delas, por exemplo, dizia: “Invente mais três apelidos para a Mônica e explique o.”.

Ao todo, foram confeccionadas 200 mil coleções, com obras de diversas disciplinas, distribuídas a 37 mil escolas rurais que, segundo o MEC, têm cerca de 300 mil alunos.

O deputado Roberto de Lucena protocolou na tarde de sexta-feira, 17, requerimento no qual solicitou maiores informações ao Ministro da Educação, Sr. Fernando Haddad, sobre os erros detectados nos livros didáticos do MEC.

Lucena encaminhou uma série de questões a Haddad sobre esse material distribuído às Escolas Públicas, com vistas a estudar e elaborar proposição legislativa nesta área.

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações