Lucena pede abertura de CPI para investigar venda da companhia Webjet

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Deputado Roberto de Lucena pediu nesta quarta-feira (28), a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito- CPI, com a finalidade de investigar a transação de compra e venda realizada pelas empresas Webjet Linhas Aéreas  e Gol Linhas Aéreas  e a posterior demissão de 850 funcionários, bem como os sinais da constituição de oligarquias no setor, e as consequências para o consumidor e a sociedade brasileira.

Para que a CPI seja instalada, são necessárias 171 assinaturas de deputados,  o que significa um terço dos parlamentares da Casa. Roberto de Lucena está colhendo assinaturas.

“São centenas de famílias afetadas de uma hora para outra. São inúmeras histórias de pessoas que dedicaram suas vidas em prol de uma carreira e agora se encontram desamparadas”, disse o deputado.

De acordo com os funcionários da Webjet, quando a empresa foi comprada pela Gol, eles foram informados que  aguardassem um posicionamento da Agência Nacional de Aviação Civil- ANAC para o remanejamento dos profissionais. Os funcionários demitidos afirmaram que, a demissão em larga escala sempre foi uma alternativa descartada pela Gol que recebeu estímulos do Governo.

“ A  anuência do Governo na transação da compra da Webjet pela Gol, trouxe prejuízos para a  sociedade. Centenas de empregos foram dizimados, o duopólio de mercado se consolidou, as passagens subiram, as classes C e D estão voltando para o ônibus, sumiram opções e horários  de voos”, afirma o parlamentar.

O deputado informou ainda que, a partir do dia 17/11/2012, as passagens da Webjet passaram a ser vendidas exclusivamente pelo sistema de reserva da Gol e tiveram um aumento de 211%, o que constitui dano e abuso ao consumidor.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações