Lançada na Câmara a Frente Parlamentar da Liberdade Religiosa, Refugiados e Ajuda Humanitária

A Frente Parlamentar Mista da Liberdade Religiosa, Refugiados e Ajuda Humanitária foi lançada nesta quarta-feira (8), no Salão Nobre da Câmara dos Deputados. Presidida pelo deputado Roberto de Lucena (PODE/SP), o evento contou com a presença do Secretário de Proteção Global do Ministério da Família, Sérgio Queiroz, o representante da Acnur no Brasil, Federico Martinez, e embaixadores de diversos Países.

A Frente teve como signatários 210 deputados e 8 senadores. E conta com representantes de diversas correntes, diferentes religiões e representantes da sociedade civil como a Associação Nacional de Juristas Evangélicos (ANAJURE), reconhecida por seu trabalho em defesa das liberdades civis fundamentais.

“No mundo, cerca de 100 mil pessoas são mortas a cada ano em virtude de sua religião. Precisamos lutar contra essa intolerância. Olhamos para o Brasil e vemos o aumento da discriminação, da beligerância e estes são sinais preocupantes que o Parlamento precisa enfrentar ”, alertou o deputado Lucena. “É importante perceber os sinais emitidos pela sociedade nas redes sociais, de grande preconceito, os comportamentos de intolerância. Lutar para que o nosso País continue sendo um País onde possa praticar sua liberdade fundamental assegurada pela Constituição”, disse.

“A liberdade religiosa é garantia do cidadão de trazer a sua crença para esfera pública. Não como algo que determine uma política, mas como uma liberdade de expressar essa religião em qualquer instância”, destacou o Secretário Sérgio Queiroz, do Governo Federal.

O objetivo do grupo é estimular a formulação de políticas públicas de proteção e apoio à liberdade religiosa e aos refugiados e prestar ajuda humanitária às pessoas e comunidades em situação de vulnerabilidade.

“Além da perseguição religiosa, temos, ainda aqui próximo, na Venezuela, uma crise humanitária, onde há muitos pedidos de refúgio. São temas que merecem mais atenção do Congresso, e o deputado Lucena encampou essa ideia. A Anajure já atua com refugiados, e vamos trabalhar com uma legislação especifica e também com a ajuda humanitária onde for necessário”, afirmou Uziel, presidente da Anajure.

O deputado Roberto de Lucena informou que vai levar a ideia da criação da Frente também para as Assembleias Estaduais de todo o País.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações