Frente Parlamentar Mista de Combate ao Bullying

 

Frente Parlamentar Mista de Combate ao Bullying e outras formas de violência é instalada a pedido do deputado Roberto de Lucena

 

Frente Parlamentar de Combate ao Bullying é registrada por Lucena

O tema é delicado e tem complicações severas na vida das pessoas marcadas por esse tipo de violência que atinge principalmente crianças e adolescentes em seu ambiente escolar, onde teoricamente deveriam ter sua segurança garantida.Infelizmente não é o que ocorre.

Recentemente o país ficou estarrecido com a tragédia do massacre na Escola Estadual Tasso de Oliveira, dia 7 desse mês de abril e que vitimou 12 pessoas e chocou o mundo. O assassino teria como “justificativa” para suas ações descabidas o fato de ter sido vítima de bullying. Mas afinal, o que representa?

Esse é um termo utilizado para descrever uma situação que se caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas.

O tema já vinha sendo discutido na Câmara dos Deputados e em iniciativa louvável do deputado Roberto de Lucena, PV-SP, foi protocolado na tarde de ontem, 20, o requerimento 1395/11 solicitando a instalação da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Bullying e outras formas de violência.

Para Lucena, essa foi a pior tragédia já ocorrida no país, e infelizmente ainda terá consequências inimagináveis na vida daquelas crianças do Rio de Janeiro e de seus familiares. “Por isso o tema deve ter máxima atenção do Parlamento brasileiro e participação de todos os setores da sociedade, principalmente da mídia para promoção de um debate nacional, pois como pai e avô, não quero nunca mais em minha vida testemunhar tão covarde ação. Luto por um Brasil melhor, mais justo e seguro para as senhoritas Lívias de todas as famílias brasileiras”, declarou Lucena se referindo à sua netinha.

A Frente Parlamentar de Combate ao Bullying coloca na pauta da agenda nacional e o tema e será discutido por deputados e senadores para determinar as ações e estratégias a serem tomadas para que esse tipo de violência seja refreado e não mais faça vítimas entre nossas crianças e adolescentes.

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações