Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto é lembrado por deputado

Deputado Roberto de Lucena pede tolerância e convivência pacífica em todo o mundo para que casos trágicos não voltem a ocorrer

O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto faz referência ao aniversário da libertação do campo de concentração de Auschwitz, na Polônia, ocorrido no dia 27 de janeiro de 1945. A ocasião colocou fim ao Holocausto, que exterminou milhões de pessoas que faziam parte de grupos politicamente indesejados pela Alemanha nazista de Adolf Hitlerna Segunda Guerra Mundial. O genocídio de aproximadamente 6 milhões de judeus, inclusive crianças, é um momento sombrio da história, que ainda hoje é lembrado com muita dor.

Aprovada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, a resolução que estabelece o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto rejeita qualquer questionamento de que o Holocausto foi um evento histórico, enfatiza o dever dos Estados-membros de educar futuras gerações sobre os horrores do genocídio e condena todas as manifestações de intolerância ou violência baseadas em origem étnica ou crença.

Este ano, a data tem como tema “Resgate durante o Holocausto: a coragem de se importar” e presta homenagem àqueles que arriscaram suas vidas e de suas famílias para salvar judeus e outros da morte quase certa sob o regime nazista.

“O horror nazista deve ser lembrado em toda a sua extensão, mas não apenas como um acontecimento terrível e já um pouco distante. É preciso também retirar dele todos os ensinamentos para, em contraposição, valorizar a tolerância, a convivência pacífica, o acatamento das diferenças. Contra a repetição do Holocausto, cabe aos homens de bem e aos países civilizados promoverem permanentemente a cultura da paz”, afirmou o deputado.

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações