Dia do Trabalho: Roberto de Lucena destaca o 70º aniversário de criação da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT e presta homenagem aos familiares da dentista Cinthya e do jovem Victor Hugo, assassinados em São Paulo. Defende a redução da maioridade penal

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, quero comemorar duas datas importantes e coincidentes, o Dia Internacional do Trabalhador e os 70 anos da CLT.
Em nome da União Geral dos Trabalhadores, quero cumprimentar todas as trabalhadoras e todos os trabalhadores do Brasil. E quero homenageá-los com nosso compromisso de continuarmos nesta Casa a luta contra o trabalho escravo e análogo, o apoio ao Governo na derrubada dos juros e no controle inflacionário e a defesa da derrubada do fator previdenciário.
E é também em homenagem aos trabalhadores brasileiros que dedico a minha luta pela redução da idade penal.
Essa é a homenagem que faço aos familiares de Cinthya Magaly Moutinho de Souza, de 47 anos, trabalhadora dentista, assassinada bárbara e cruelmente – queimada viva – em seu consultório odontológico, em São Bernardo do Campo, e aos familiares de Victor Hugo, jovem trabalhador de 19 anos, assassinado em frente ao prédio em que morava, no bairro de Belenzinho, em São Paulo.
Em ambos os casos, esses trabalhadores foram assassinados por homens menores de 18 anos de idade, absolutamente conscientes do mal que estavam fazendo.
A tese, Srs. Presidente, é emancipar automaticamente o homem ou a mulher menor de 18 anos que cometa crimes hediondos como latrocínio, homicídio, estupro, sequestro e tráfico de drogas, assim como aos 16 anos a pessoa é emancipada politicamente.
Sr. Presidente, também quero saudar aqui a Convenção das Igrejas O Brasil para Cristo, no Estado de São Paulo, sob a Presidência dos reverendos Luiz Bergamin e Orlando Silva, reunida hoje e amanhã, em assembleia geral, no Município de Campinas, São Paulo, Estado onde a Igreja tem uma presença muito grande.
Sr. Presidente, a Igreja O Brasil para Cristo foi fundada pelo missionário Miguel de Mello, pernambucano, como V.Exa., um dos maiores evangelizadores do Brasil e do mundo, falecido há 23 anos, no dia 5 de maio de 1990.
Eu faço esse registro e agradeço a V.Exa., Sr. Presidente.
Era o que eu tinha a dizer.
Que Deus abençoe as trabalhadoras e os trabalhadores de todo o nosso querido Brasil.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações