Projeto de Lei Ficha Limpa completa um ano e recebe homenagem do deputado

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP), em pronunciamento na tribuna da Câmara, nesta quinta-feira (29), fez uma homenagem ao aniversário de um ano do projeto de Lei Complementar Ficha Limpa ( LC 135/10).

Vice-líder do Partido Verde, o parlamentar participou das comemorações realizadas pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção, Frente Parlamentar pela Reforma Política com Participação Popular e da Frente Parlamentar em Defesa do Voto Aberto, no auditório Nereu Ramos.

“Essa lei nasceu no seio da sociedade organizada e chegou ao Parlamento subscrita, inicialmente, por mais de 1 milhão de pessoas. Foi a vitória da democracia. Foi a vitória do Brasil, que já não suportava ver se repetir a cada eleição o mesmo cenário de pessoas que, incursionando pela vida pública, sucumbiam diante das várias possibilidades, situações, procedimentos e comportamentos muitas vezes não republicanos. Passavam por diversas situações, envolviam-se em escândalos e colocavam-se, depois, a cada nova eleição, à disposição do povo, utilizando-se da máquina, de estruturas poderosíssimas e novamente eram reconduzidos aos seus postos, na condição de representantes do povo, que por eles não se sentia representado.”, disse o deputado.

Segundo o deputado, essa mesma sociedade tem se organizado por meio dos jovens, de várias associações e instituições. “A sociedade tem clamado para que esta Casa se levante e se posicione de maneira firme, contundente, clara, contra a corrupção”, disse o vice-líder do PV.
O deputado mostrou-se irredutível com os últimos pronunciamentos que fez na Tribuna da Câmara Federal: “Já falei em outras oportunidades, desta tribuna, e repito: a corrupção deve ser trazida para todos nós e encarada por todos nós como o inimigo nº 1 desta Casa, como o inimigo nº 1 de cada um das Senhoras  e Senhores Deputados, das Senhoras  e Senhores  Senadores. A sociedade espera que esse seja, no mínimo, o nosso comportamento e o nosso procedimento. Que as iniciativas de legislação que estão tramitando nesta Casa e que visam ao combate à corrupção sejam efetivamente levadas a sério e possam encontrar em todos nós o respaldo e o apoio para que possam ser aprovadas e sair daqui em forma de resposta para a sociedade”, alertou.

Roberto de Lucena encerrou o discurso destacando o papel da população e das entidades civis do “despertar” da cidadania. “Quero celebrar este primeiro ano da Ficha Limpa. Quero comemorar os atos contra a corrupção que aconteceram aqui esta semana. E quero, Senhor Presidente, celebrar este Brasil que acorda e que reage, que não aceita mais a corrupção, este País que não se conforma, este País que agora, sim, me transmite a mensagem de que não desistiu de si mesmo, e por isso enfrenta a corrupção em todos os níveis e cada vez mais exige transparência, ética e correção por parte de todos aqueles que representam os poderes constituídos”, concluiu.

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações