Deputado quer que carros de tração animal tenham placa de identificação

Proposta prevê facilidade na visualização dos veículos por condutores e pedestres

Aumentar a segurança no trânsito é o objetivo alegado pelo deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) ao apresentar o Projeto de Lei nº 3292/12, que torna obrigatório o uso de placas de identificação e sinalização na parte traseira de veículos de tração animal. Segundo o projeto, a especificações da placa e os procedimentos relativos à sua concessão serão estabelecidos em regulamento.

De acordo com o deputado, a sociedade tem sido abalada constantemente com os acidentes ocorridos no trânsito entre veículos automotores e os de tração animal, muitas vezes motivados por falta de sinalização adequada, que identifique tais veículos a uma distância segura.

Além disso, o parlamentar afirmou que por não haver esse tipo de fiscalização não se pode punir ou multar os carroceiros que continuam conduzindo seu veículo nas vias de grande movimentação, principalmente nas horas mais concorridas, com muitas carroças em péssimo estado de conservação, grande parte delas dirigidas por menores que não têm nenhum conhecimento das leis de trânsito.

“A situação ideal seria não existir mais em nosso país nenhum veiculo de trabalho conduzido por animais. Sonhamos com um país em que os animais não precisem trabalhar, submetidos, muitas vezes, aos maus tratos e às excessivas horas de trabalho. Infelizmente, este sonho ainda  está longe de ser realizado e a realidade atual nos impõe apresentar a presente proposição”, concluiu Roberto de Lucena.

 

Foto: Fernando Cunha/Panoramio

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações