Deputado participa de discussão sobre fim do fator previdenciário em Brasília

Presidentes das centrais sindicais reuniram-se nesta quarta-feira (21), em Brasília, com o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República, para discutir o fim do fator previdenciário. O deputado federal Roberto de Lucena, que é vice-presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT) acompanhou de perto a reunião.

Como o fim do fator previdenciário não é um ponto pacífico entre Governo e sindicalistas, ficou acertado na reunião que as centrais sindicais terão um prazo de 60 dias para decidirem se vão insistir ou não na matéria. Caso desistam da proposta do fim do fator previdenciário, os sindicalistas deverão apresentar uma proposta alternativa ao governo.

“Estes encontros são importantes, pois mostram a boa vontade do governo federal em debater o tema ou, pelo menos, encontrar uma solução que atenda a todos”, disse Roberto de Lucena.

Na reunião, que aconteceu no Palácio do Planalto, também estiveram o Ministro do Trabalho, Manoel dias; o Ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves; e o presidente da UGT, Ricardo Patah.

A próxima reunião deverá ser marcada dentro de 20 dias para discutir, além do fator previdenciário, a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais e a Convenção 151, da OIT – Organização Internacional do Trabalho.

A reunião em Brasília fez parte da agenda de reuniões que as centrais sindicais têm com o governo federal para colocar na mesa de negociação a pauta de reivindicações do movimento sindical no País.

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações