Igreja do Evangelho Quadrangular do Brasil é homenageada na Câmara

Em nome da bancada do Partido Verde, o deputado Roberto de Lucena participou nesta terça-feira (08) da Sessão Solene em homenagem aos sessenta anos de fundação da Igreja Evangelho Quadrangular do Brasil.

O deputado e pastor Roberto de Lucena, que faz parta da terceira geração de obreiros de sua família, fez questão de homenagear em nome da Igreja O Brasil Para Cristo e de dizer que também faz parte da história da Quadrangular. “O fundador da Igreja O Brasil Para Cristo, Missionário Manoel de Mello, figura também na galeria gloriosa dos heróis pioneiros, fundadores da Igreja do Evangelho Quadrangular”, afirmou.

Ele disse ainda que a Igreja do Evangelho Quadrangular não se limitou apenas a pregar o Evangelho. “Ela hoje se destaca também por sua obra social, pelos inúmeros projetos e programas sociais que desenvolve de norte a sul do Brasil, e também pela literatura que produz, pela formação de líderes e pastores e pelo envio de missionários aos mais diversos países do mundo”, afirmou.

Além disso, o deputado ainda lembrou da contribuição que a Igreja já deu para o Parlamento Brasileiro e para o Congresso Nacional, enviando para a Casa grandes líderes e ilustres deputados, como nas décadas passadas o pastor Jaime Pailarim, parlamentar que tanto trabalhou em prol do Brasil, e, no passado recente, o deputado Pastor Reinaldo, do Rio Grande do Sul, que ajudou a formar a atual Frente Parlamentar Evangélica e deixou um legado de lutas como a batalha contra o infanticídio em áreas indígenas, a luta em defesa dos animais, a luta contra a pornografia e a pedofilia, entre tantas outras. E agora, os atuais deputados Mário de Oliveira, este em seu sexto mandato, Josué Bengtson, em seu terceiro mandato, Jeferson Campos, também em seu terceiro mandato, e Sabino Castelo Branco, que está em seu segundo mandato. “Homens que tem honrado este Parlamento com suas ações, iniciativas e com o compromisso de fazer sempre o melhor pelo povo brasileiro”, disse Roberto de Lucena.

Em seu pronunciamento, o vice-líder do Partido Verde ainda afirmou que a Igreja Quadrangular também se destacou, há sessenta anos, por ter a coragem e a ousadia de ordenar mulheres como pastoras e obreiras. “Lembrando que esta é uma Igreja que nasceu pelo ministério de uma mulher, a inesquecível evangelista Aimee Semple McPherson. E aqui, me permitam fazer uma homenagem a todas as pastoras e obreiras quadrangulares e esta homenagem quero fazer em nome da nossa querida Pastora Ozáide, da cidade de Limeira, do Estado de São Paulo. Uma mulher de fibra, um ministério de grandes realizações, uma líder de valor. À pastora Ozáide e todas as outras Ozáides quadrangulares meu abraço especial e minha admiração”, disse o deputado.

Por fim, Roberto de Lucena homenageou todos os pastores pioneiros da Igreja. “Pastores que já com seus cabelos brancos, seus corpos frágeis, ainda continuam na frente da batalha. Homenageio todos eles em nome do querido pastor Henrique Alves Sobrinho, da cidade de São Carlos, também de meu estado”, e encerrou dizendo: “Parabéns minha querida Igreja do Evangelho Quadrangular. Vamos continuar juntos, ganhando O Brasil Para Cristo!”.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações