Deputado lamenta decisão sobre venda de bebidas alcoólicas nos estádios da Copa

Sr. Presidente, ilustre Deputado Laercio Oliveira, a quem cumprimento efusivamente, Sras. e Srs. Parlamentares, ilustre Deputado Antonio Bulhões, ocupo a tribuna nesta oportunidade para fazer um lamento. É isso o que, na verdade, nos cabe neste momento.
Depois de termos passado ontem, neste Plenário, pela apreciação, discussão e votação da Lei Geral da Copa, transferimos para os Estados que sediarão os jogos da Copa a decisão sobre a liberação da venda de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol durante competição tão importante.
Uma vez que os nossos argumentos contrários e os nossos insistentes apelos não foram ouvidos, não foram suficientes para convencer este Plenário, cabe-nos apenas este lamento.
Sr. Presidente, nós cometemos um erro, nós cometemos um equívoco, nós cometemos um lapso quando nos curvamos aos interesses da FIFA e aos interesses da poderosa indústria da bebida alcoólica. A questão não é o ato; a questão é o gesto. Não é questão de fé. Não se passa nem de longe pela implicância da bancada evangélica, absolutamente. A questão é de saúde pública. Não podemos, definitivamente, retroceder no enfrentamento que temos feito ao alcoolismo neste País. Aliás, o alcoolismo é um dos grandes males sociais do Brasil. Estamos falando de algo mais grave, mais danoso inclusive do que a maconha, a cocaína, o crack, porque a bebida alcoólica entra nos lares, está no seio das famílias e é um componente quase sempre presente quando se tem uma ocorrência de violência doméstica, de desastres e de tragédias.
Quero, portanto, Sr. Presidente, lamentar que tenhamos retrocedido quando negligenciamos o fato de que uma legislação específica para isso já havia sido aprovada neste Plenário, no Congresso Nacional. Deixo aqui o meu repúdio, o meu lamento e o desafio para que haja, cada vez mais, engajamento e envolvimento dos nossos colegas nesta luta, neste enfrentamento que deve ser feito, Dr. Ubiali, ao alcoolismo neste País.
V.Exa., que é um Parlamentar com brilhante mandato, é um médico, milita na área da saúde, faz parte de maneira atuante da bancada da saúde nesta Casa, sabe perfeitamente o que o alcoolismo representa para a saúde pública em nosso País, os custos que o Sistema Único de Saúde tem com o alcoolismo e como isso representa um desafio. E cada vez mais este Parlamento, este Congresso deve se envolver com essa questão.
Deputado Antonio Bulhões, muito obrigado pela concessão.

Era o que tinha a dizer, Sr. Presidente.
Que Deus abençoe o Brasil!

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações