Deputado cita sequestro-relâmpago da filha do ministro Marcelo Crivella e cobra enfrentamento da violência

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, daqui a alguns instantes estarei ocupando a tribuna para um assunto da maior relevância: falarei sobre a situação que envolve o Paraguai e o nosso MERCOSUL.
Mas quero aqui expressar o meu sentimento de alívio e de gratidão a Deus pelo grande livramento que tivemos, todos nós, da possibilidade de mais uma tragédia: o sequestro-relâmpago que sofreu a filha do Ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, do qual, felizmente, ela escapou incólume.
A violência, Sr. Presidente, não escolhe suas vítimas, seja a filha do Ministro, seja a filha ou o filho do cidadão comum. E todos devemos nos unir e lutar contra ela, para debelá-la, enfrentando a cultura da violência, seja na Capital Federal, seja nos lugares mais distantes de nosso querido Brasil.
Muito obrigado, Presidente.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações