Coletânea de discursos ambientais tem pronunciamento de Roberto de Lucena

Publicação é uma iniciativa pelo Departamento de Taquigrafia e Redação da Câmara dos Deputados como contribuição para os debates da Rio +20

Como contribuição da Câmara dos Deputados aos debates da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20 – iniciados nesta quarta-feira (13/06) –, e em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (celebrado em 5 de junho), o Departamento de Taquigrafia, Revisão e Redação (DETAQ) lança a versão digital do livro “Preservação Ambiental, um discurso de todos – Da ECO 92 à Rio+20”.

A obra reúne, numa coletânea, 62 discursos proferidos no Plenário Ulysses Guimarães que abordam temas referentes ao meio ambiente. A separata traz pronunciamentos ocorridos entre a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (CNUMAD), realizada entre 3 e 14 de junho de 1992 no Rio de Janeiro – também conhecida como ECO 92, Rio 92, Cúpula ou Cimeira da Terra – até as vésperas da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que será realizada entre os dias 20 e 22 de junho, também no Rio de Janeiro.

Também ganham destaque alguns debates ocorridos no Plenário da Câmara por conta da recente discussão e aprovação do Novo Código Florestal (Lei 12.651, de 28.05.12). Um desses discursos é do vice-líder da bancada do Partido Verde, deputado Roberto de Lucena (SP).

A publicação, feita pela “Edições Câmara”, do Centro de Documentação e Informação (CEDI), também conta com uma linha do tempo, que rememora as principais leis em vigor no país desde a primeira delas, datada do ano de 1605.

A organização da obra coube à diretora do DETAQ, Cássia Botelho. “Espera-se que esta seleção de discursos possa contribuir para o diagnóstico de importantes questões sobre a temática da preservação ambiental que foram e, com certeza, ainda serão exaustivamente debatidas nesta Casa de Leis”, afirmou.

O livro é fruto de pesquisa realizada pela Coordenação de Histórico de Debates (COHID) do Departamento de Taquigrafia, dirigido pela servidora Vilma Pereira. A seleção foi feita dentre os 6.801 discursos pronunciados entre 1991 e 2012 e que trazem alguns dos temas relevantes, como Meio Ambiente, Mudanças Climáticas, Preservação de Florestas, Agenda 21 e Protocolo de Kyoto.

Ao se deparar com esta coletânea, o leitor poderá perceber a seriedade como a questão ambiental é tratada na Câmara. É bom ressaltar que a seleção abrange apenas discursos feitos no Plenário Ulysses Guimarães. Ao longo desse período, foram realizadas também diversas audiências públicas, com a participação dos principais especialistas em meio ambiente do país, notadamente na Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional – CAINDR, na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural – CAPADR e na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – CMADS.

A versão digital do livro pode ser encontrada na Biblioteca Digital da Câmara, no endereço eletrônico http://bd.camara.gov.br/bd/handle/bdcamara/9228.

Já a versão impressa, feita pela Coordenação Gráfica (CGRAF) do Departamento de Apoio Parlamentar (DEAPA), será lançada no estande da Câmara dos Deputados durante a realização da Rio+20.

Todos os conteúdos – incluindo as discussões nas comissões temáticas – também poderão ser consultados no Banco de Discursos do Departamento de Taquigrafia da Câmara, no endereço eletrônico http://www2.camara.gov.br/deputados/discursos-e-notas-taquigraficas.

 

*Assessoria com William França.

 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações