Cinco anos sem meu pai, pastor Antônio Vieira de Lucena

12074771_917914621612120_3774639905396079783_nNeste 14 de outubro de 2015, faz cinco anos que meu pai faleceu.

Véspera do Dia do Professor.

Eu havia acabado de ser eleito para o meu primeiro mandato de deputado federal, no dia 7 de Outubro.

Ele estava feliz. Dias antes me abençoou e eu a ele. Me declarou amor e eu a ele.

Foi meu mestre, meu pastor, meu intercessor e meu melhor amigo.

Ele descansa no Senhor, desde então.

O pastor Antônio Vieira de Lucena deixou uma lacuna enorme, mas um legado gigante. Sinto sua falta e sinto uma saudade profunda.

Acordei às 5h30 e não consegui mais dormir nessa madrugada, então A MINHA ALMA ENGRANDECEU AO SENHOR E O MEU ESPÍRITO SE ALEGROU EM DEUS, MEU SALVADOR, pelo privilégio e a honra de ser filho desse sertanejo, desse missionário do amor, desse mensageiro da paz, do “seu Tonho”, como chamavam carinhosamente alguns conhecidos, na minha querida Santa Isabel.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba nossas Informações