fbpx

“Queda de aeronave com ministro do STF deve ser investigada exaustivamente para afastar qualquer suspeição”, diz deputado

robertodelucena

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) lamenta o falecimento do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavaschi, e das outras três pessoas que estavam a bordo da aeronave. “Certamente o mundo jurídico perde uma de suas maiores referências, um ministro reconhecido pelas suas posições firmes e contundentes”, diz o parlamentar.

Para ele, este acontecimento trágico deve ser investigado profunda e exaustivamente. “O fato de ele ter sido relator do processo da Lava Jato, o maior caso de corrupção do País, não deixa de atrair para si a suspeição de que a queda do avião não tenha sido um acidente. Sendo uma coincidência, certamente foi uma coincidência tremendamente infeliz. É necessário que haja uma apuração aprofundada para que não paire na história uma nuvem de dúvidas, o que certamente traria desdobramentos indesejáveis à recente história do País”, afirma Roberto de Lucena.

O vice-líder do PV manifesta solidariedade à família do ministro Teori Zavaschi, aos membros da Corte e aos familiares das demais vítimas.

O ministro estava em um avião que viajava de São Paulo para Paraty, litoral do Rio de Janeiro, onde caiu. Havia quatro pessoas a bordo e, segundo o Corpo de Bombeiros, não houve sobreviventes.