fbpx

Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes não pode ser tratado à condição de tema secundário

Neste Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18, o Deputado Federal Roberto de Lucena (Podemos/SP), uma das lideranças na Câmara dos Deputados sobre o tema, expõe a sua preocupação em relação ao tema no Brasil.

Roberto de Lucena lembra o triste episódio de uma criança que atentou contra a própria vida, em Santos, por sofrer abusos sexuais intermediados pela própria mãe. “Infelizmente o Brasil está no mapa da exploração sexual de crianças e adolescentes com números vergonhosamente elevados e se fosse uma única criança ou adolescente isso já seria demais. E na região da Baixada Santista, uma região turística, o índice de exploração sexual é altíssimo. O caso recente de uma adolescente em Santos, que suicidou-se dentro de um equipamento público pelo desespero da sua condição de explorada sexualmente com o consentimento ou intermediação da própria mãe deve chamar a nossa atenção. Nós todos enquanto sociedade temos um pouco de culpa nessa morte e em tantas tragédias congêneres que ocorrem silenciosamente”, lamentou.

Uma das lideranças na Câmara dos Deputados que diz respeito a exploração sexual, Lucena afirma que “todos nós, como sociedade temos uma parte de culpa por deixar ser interrompido os sonhos das crianças que sofrem esses abusos. Pelo nosso descuido como sociedade, pela nossa conivência à partir da nossa omissão. Precisamos cuidar e protegê-las”, chamou atenção.

Quando foi Secretário de Estado de Turismo em São Paulo, o parlamentar promoveu diversas ações com motoristas de táxis, com cooperativas de transportes, com cooperativas de vans, com agentes públicos no sentido de fazer a prevenção e chamar a atenção da sociedade para a gravidade do assunto no país.

A pedido d congressista foi aberta uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa com 34 deputados estaduais para apurar e investigar a exploração sexual infanto-juvenil no Estado . Também por iniciativa do deputado, que é Presidente da da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Bullyng e Outras Violências, a Câmara dos Deputados realizará, no dia 28 de junho, uma comissão geral para debater a exploração no Brasil. A ideia irá reunir órgãos governamentais, ONGs, especialistas, parlamentares, a Polícia Federal e o Poder Judiciário no sentido de promover políticas públicas e desenvolver uma agenda para erradicar está prática nociva.

Roberto de Lucena aproveita a data para destacar o importante trabalho desenvolvido pelos conselheiros tutelares. “Peço para que nos unamos e apoiemos o fantástico trabalho desenvolvido pelos conselheiros tutelares, verdadeiros anjos que, sem recursos, sem estrutura, sem equipagem fazem o trabalho fazem o trabalho de proteção das nossas crianças e adolescentes”, destacou.