fbpx

Deputado Roberto de Lucena comemora solução para Mais Médicos anunciada pelo ministro da Saúde em evento da CNM

O deputado federal Roberto de Lucena (Pode/SP), que participou nessa segunda-feira (19) do Encontro dos Municípios Brasileiros com o presidente Temer e o poder Legislativo, representado pelo presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia e o senador Wellington Fagundes, na Sede Nacional da Confederação Nacional dos Municípios, comemorou o anúncio feito pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, da solução a crise no “Mais Médicos” em função da quebra de contrato por Cuba.

O ministro Occhi informou que sairá já nesta semana a publicação em Diário Oficial para a inscrição de médicos brasileiros, com CRM, no programa para 8.500 vagas em todo o Brasil. Na semana seguinte uma nova publicação dará também a oportunidade para que médicos brasileiros formados no exterior e médicos estrangeiros, inclusive os cubanos, possam participar do programa. “Me parece uma solução bem adequada para a crise que envolveu o anúncio do rompimento do contrato do ‘Mais Médicos’ por Cuba. Apoio a postura do presidente Bolsonaro e aplaudo a solução encaminhada pelo atual governo. É assim, passo a passo, que o Brasil superará seus desafios! Cumprimento ainda a iniciativa do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação de estarem tratando sobre um tema que contempla os anseios de médicos brasileiros formados no exterior”, disse.

Durante o evento, a CNM homenageou o presidente Temer pelo avanço da pauta Municipalista sob o seu governo. O evento que contou também com a participação dos ministros do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago, e de Cidades, Alexandre Baldy, e o presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia  destacou a atuação da equipe do Executivo que de acordo com a Federação, oportunizou progressos como atualização de programas e incentivos financeiros federais, que estavam defasados; prorrogação de prazos; repasses e compensações financeiras; parcelamento previdenciário e vetos a medidas que impactavam negativamente a gestão local.

Assessoria deputado federal Roberto de Lucena