fbpx
17/07/2019

Câmara contempla ações de organizações civis que lutam pelo fim da corrupção no Brasil

A Câmara dos Deputados realizou na manhã de hoje 12, sessão Solene de Outorga do “Prêmio Transparência e Fiscalização Pública” concedida pela Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, que tem como presidente o deputado Federal Roberto de Lucena (Pode/SP). Foram contemplados este ano a organização não governamental Transparência Internacional Pública, responsável pelo movimento global anticorrupção e o Instituto Não Aceito Corrupção, ONG que contribuiu com regras eficientes no enfreamento ao mau uso dos recursos públicos e o governo do Ceará, que por meio da plataforma Ceará Transparente, presta contas à sociedade de forma prática e simples.

Roberto de Lucena que tem sido referência no combate à corrupção dentro do Congresso Nacional afirma que “Acredito que essa premiação se torna mais importante a cada ano, pois a luta contra a corrupção deixou de ser um assunto menor e se tornou uma prioridade da nossa cidadania. A revelação de graves casos de improbidade escancarou, diante de todos, os prejuízos causados por esses atos: o declínio econômico, a subversão da democracia, e a corrosão da confiança nas instituições”, disse.

O tradicional prêmio que há 15 anos é concedido a fim de contemplar trabalhos ou ações que merecem destaque pela clareza e fiscalização na gestão administrativa, patrimonial e dos recursos públicos é anual e dividido nas categorias “Governamental” e “Sociedade Civil”. A primeira é referente à administração pública direta e indireta de qualquer dos poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, enquanto a segunda categoria refere-se à pessoa, entidade, ou conjunto de entidades da sociedade civil.

Fonte: assessoria do Deputado Federal Roberto de Lucena